meditação

meditação
em conexão

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

EGO

Hoje me sinto um tanto triste.Triste por ver a imagem do palhaço associado a pessoas que se dizem
"caridosas".São tão caridosas,que impedem que outros palhaços,os de verdade,compartilhem um momento de festa,num evento para crianças portadoras do HIV.O Ego falou mais alto.Sinto tristeza pelas crianças,pela "voluntária" que já tinha sua equipe de "palhaços" para animar a festa,pela instituição que tem esse tipo de "voluntárias".
Sinto por mim também,que me vi ceifada de cumprir a minha missão.
Fazer caridade assim,para si mesma,não quero.

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Umas breves palavras

Muitos comovidos,outros criticando,alguns com pena e uns tantos satirizando.Poucos são aqueles que conseguem refletir sobre a morte da cantora e como podemos trazer para nossas vidas os exemplos de vida que ela deixou,sejam eles bons ou maus,não interessa agora.Ler nas entrelinhas o resultado de uma vida que chaga ao fim aos 27 anos  é muito difícil e como sempre,o sensacionalismo é o que mais predomina.É hora de reflexão e tentar trazer para nossa vida a oportunidade de não passar pelo o que ela passou

terça-feira, 21 de junho de 2011

e

É incrível como as cenas se repetem,e se repetem mais e mais,mesmo quando tomo cuidado pra não cair nas mesmas ciladas.
Fico com raiva de mim mesma,pois não fui capaz de evitar que acontecessem novamente.
Cheguei a conclusão que para evitá-las e preciso vestir máscara.Não aquela máscara de palhaça,o nariz vermelho.Essa me traz felicidade,realização.Digo aquela da farsa,da mentira.Descobri que essa máscara protege,dissimula.Não sei se consigo.Não que eu seja perfeita, que só digo as verdades,que não minto nunca.Sou igual a todos ,faço bobagens também,mas não consigo disfarçar meus sentimentos profundos,sejam eles de amizade,de tristeza, de ciúmes. Meu rosto fala muito e é isso que me deixa vulnerável.Qualquer um tem acesso a  eles e minha postura de ser "verdeira" se volta contra mim mesma e o que era para ser um ponto positivo,se torna cruelmente negativo.Vou tentar vestir a tal "máscara" protetora e quem sabe fico mais forte e entro no esquema.

terça-feira, 14 de junho de 2011

Somos ousados.É a nossa ousadia que incomoda.Não temos medo do novo,do desconhecido.Arriscamos e deixamos que a criatividade brote.Conseguimos ser felizes com a "loucura" que deixamos à mostra.Somos felizes...viajando de fusca 77 por mais de 2.300 km,...passando nosso Natal pintando o painel do vídeo,....tomando cerveja no boteco da esquina,.....trocando recados pela internet estando os dois na mesma casa,...Somos felizes,simples assim....

sábado, 16 de abril de 2011

 Stand Up,com Marcos Gricha
                                 "Santo de casa não faz milagre,faz comédia"
                             Cine Teatro de Lauro de Freitas

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Greve dos Palhaços

Cidade
Palhaços protestam por mais dignidade
Publicada: 28/01/2011 00:08| Atualizada: 27/01/2011 22:46
Eric Luis Carvalho

Uma famosa poesia circense diz: “Ser palhaço é saber disfarçar a própria dor. É saber sempre esconder que também é sofredor” Para palhaços e demais artistas circenses da Bahia, estas palavras se encaixam perfeitamente para retratar a dura realidade em que vivem.

Os homens que se escondem por trás de pinturas para nos fazer rir, também sofrem. E com a intenção de chamar a atenção da sociedade para os problemas enfrentados pela categoria, artistas baianos prometem uma grande manifestação para o próximo dia 5 de fevereiro.

A Greve dos Palhaços, nome dado a manifestação,l deve reunir artistas circenses, músicos, bailarinos, poetas, grupos de teatro, trupes e artistas em geral para um ato artístico-poético pela melhoria da condição do artista do circo. De acordo com Anselmo Montserrat, coordenador do Circo Picolino, o protesto tem como principal reivindicação a melhoria nas condições de trabalho. “É um ato acima de tudo pela dignidade destes artistas”, disse.

A manifestação pública deve funcionar com um ato lúdico e artístico por um maior apoio ao profissional e às artes cênicas. A intenção também é conscientizar a população e governos para a atual condição do artista, que para a categoria só poderá ser revertida a partir de políticas públicas.

A Greve dos Palhaços é coordenada pelos artistas participantes do curso de Verão – O Palhaço de Picadeiro, com o ator Breno Moroni. O artista, um dos pioneiros do Teatro-Circo no Brasil, é um dos artistas circenses mais respeitados no mundo.

Diretor e autor teatral, palhaço, mímico, malabarista, faquir, equilibrista, comedor de fogo, contorcionista, acrobata, dublê, locutor, mora e trabalha atualmente em Portugal.

O ato está marcado para acontecer no dia 5 de fevereiro, na Praça Municipal, em frente ao Elevador Lacerda, às 16 horas.

Bahia realiza mapeamento inédito

O Núcleo de Artes Circenses da Fundação Cultural do Estado da Bahia realiza desde 2007 um Mapeamento e Memória do Circo da Bahia, até então inédito no país. O projeto tem a intenção de registrar a atividade das companhias, trupes, circos e artistas em todo estado, através de impressos e material audiovisual, com a finalidade de criar um banco de dados para auxílio na elaboração e execução de políticas públicas voltadas para o meio circense.

Apesar da preocupação da Secretaria de Cultura do Estado, as ações desenvolvidas parecem que ainda não surtiram efeito. Atualmente, de acordo com o último levantamento, a Bahia tem 27 circos. Aos artistas resta a esperança que a partir de uma “greve” que nasce de um pranto, outra vez faça-se o riso.

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Na contra mão do "certo"

Nesta época do ano,90% das pessoas demonstram sua solidariedade para com seu semelhantes.Acho até bonito e bem provavelmente que seja sincero.Fim de ano,cristo(re)nascendo,uma nova fase se iniciando junto com a passagem do ano velho para o ano novo.Tudo muito lindo..pena que toda essa boa vontade dure pouco.Assim que passa a ressaca volta tudo de novo.Ai me pergunto:porque dura tão pouco essa "boa vontade"? Porque não dar presentes independente de datas?Passou em algum lugar,lembrou de alguém entra e compra,mesmo que seja uma bobagem de presente,mas a lembrança de uma pessoa,naquele instante não tem o que pague,esse sim é de coração,literalmente.Não tem nada melhor do que receber um presente inesperado.Tem muito mais impacto do que aquele "programado e por obrigção".Porque não fazer uma rabanada em Julho? ou um peru no dia das crianças?Já sei..não tem peru fora de época.Temos que comer no NATAL e ficar com vontade até o dia 25....Por isso não gosto de datas em que me determinaram fazer e agir desta ou daquela forma.Vou na contra mão do "certo".Não aceito ser dirigida e teleguiada para seguir num padrão sociavelmente correto.Beijo a abraço quem eu quiser,na hora que tenho vontade.Não me limito em dizer para alguém que amo ou admiro.Compro bombom,bala ou qualquer outra bobagem para mim e para alguem que sei que gosta destas bobagens.A reflexão deve ser constante,a lembrança,o amor,a amizade idem. Vou na contra mão,desviando aqui e ali do fluxo social,mas caminho feliz por saber que posso ser eu mesma,mesmo que pareça esquisito para os 90%.
Nesta época do ano,90% das pessoas demonstram sua compaixão para com seu semelhantes.Acho até bonito e bem provavelmente que seja sincero.Fim de ano,cristo(re)nascendo,uma nova fase se iniciando junto com a passagem do ano velho para o ano novo.Tudo muito lindo..pena que toda essa boa vontade dure pouco.Assim que passa a ressaca volta tudo de novo.Ai me pergunto:porque dura tão pouco essa "boa vontade"? Porque não dar presentes independente de datas?Passou em algum lugar,lembrou de alguém entra e compra,mesmo que seja uma bobagem de presente,mas a lembrança de uma pessoa,naquele instante não tem o que pague,esse sim é de coração,literalmente.Não tem nada melhor do que receber um presente inesperado.Tem muito mais impacto do que aquele "programado e por obrigação".Porque não fazer uma rabanada em Julho? ou um peru no dia das crianças?Já sei..não tem peru fora de época.Temos que comer no NATAL e ficar com vontade até o dia 25....Por isso não gosto de datas em que me determinaram fazer e agir desta ou daquela forma.Vou na contra mão do "certo".Não aceito ser dirigida e teleguiada para seguir num padrão "sociavelmente" correto.Beijo a abraço quem eu quiser,na hora que tenho vontade.Não me limito em dizer para alguém que amo ou admiro.Compro bombom,bala ou qualquer outra bobagem para mim e para alguém que sei que gosta destas bobagens.A reflexão deve ser constante,a lembrança,o amor,a amizade idem. Vou na contra mão,desviando aqui e ali do fluxo social,mas caminho feliz por saber que posso ser eu mesma,mesmo que pareça esquisito para os 90%.

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Que País é esse????


Prefeitura expulsa artistas de rua da av. Paulista; para jurista, proibição é "ato nazista"

Avenida mais famosa da cidade de São Paulo, a Paulista é conhecida por ser o centro financeiro da capital, e também por ser um tradicional reduto de artistas de rua. Esse cenário, porém, vem mudando. Enquanto os prédios de empresas e bancos permanecem na paisagem, a classe artística vem minguando no local com a chegada da Operação Delegada, iniciada em dezembro do ano passado pela Polícia Militar, após a assinatura de um convênio com a prefeitura paulistana e o governo do Estado.


Estátuas vivas, palhaços, saxofonistas, guitarristas e malabaristas: todos eles agora estão sujeitos à ação policial, cujo objetivo principal é coibir e enquadrar o comércio ambulante ilegal nas principais vias do município. Para o jurista Luiz Flávio Gomes, a ação é um "ato nazista". "A atividade deles é lícita. Expressão artística você pode fazer quando quiser. Eles serem proibidos é uma ilegalidade, um abuso patente", diz. "Se houver prisão então é crime: abuso de autoridade", afirma.
O UOL Notícias caminhou pela avenida durante uma hora na última sexta-feira (19), e não encontrou nenhum dos artistas de rua no trecho mais movimentado da via, entre as estações Consolação e Brigadeiro do metrô.


A prefeitura alega que, ao cobrarem por suas performances, os artistas exercem atividade comercial e, portanto, precisam de autorização específica para trabalhar. "Não tem autorização, não fica", disse um policial ouvido pela reportagem.
Gomes afirma que a atividade não é comercial. "É uma atividade que gera remuneração livre das pessoas que decidem se vão doar ou não", argumenta. "É uma mera doação, e doação para serviço não é atividade comercial."
Para reforçar a Operação Delegada, a polícia conta com a ajuda de policiais de folga. Se o PM interessado for praça, recebe R$ 12,33 por hora trabalhada na operação; se for oficial, a remuneração extra é de R$ 16,45 por hora. Antes, apenas guardas civis metropolitanos podiam realizar esse tipo de fiscalização.


População critica
Cidadãos ouvidos pelo UOL Notícias criticaram a medida. "Deixa os caras trabalharem, eles animam a cidade", disse o segurança Rogério Alexandre.
"A arte sempre tem que ter lugar, misturada com a cidade", afirmou o publicitário Lucas Lamenha. "É um jeito do povo ganhar a vida", concordou Stephanie de Souza, analista de atendimento.
"Isso só prejudica os caras, eles querem trabalhar", afirmou o gari Edson da Silva. "Não tem do que reclamar dos artistas. Eles não atrapalham ninguém e, na verdade, estão trabalhando", disse o Jerônimo dos Reis, jornaleiro de uma banca em frente ao Parque Trianon. "Não tem nada a ver. Isso aqui é a av. Paulista, tem que deixar eles trabalharem", finalizou a comerciante Julia Delácio.
Proibições na capital
Durante a gestão do prefeito Gilberto Kassab (DEM), diversas restrições e proibições começaram a vigorar nas ruas da capital paulista. Entre elas a proposta de retirada de bancas de jornal no centro e os gritos em feiras livres. No trânsito, foi proibida a circulação de caminhões na marginal Tietê e o tráfego de motos na avenida 23 de Maio.


No que diz respeito à proibição de artistas de rua, a medida não é nova. Em julho de 2006, a Prefeitura de Florianópolis (SC) proibiu malabaristas de trabalharam nos semáforos da cidade, sob o argumento de que eles "perturbam a ordem pública" e "causam transtorno". "Sinaleira não é lugar de entretenimento, e sim de atenção", afirmou à época José Carlos Ferreira Rauen, secretário do Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano.

quinta-feira, 4 de novembro de 2010



Manifesto contra o Preclownceito com Palhaços

Tem um tempo que venho escutando atores Baianos rejeitando a presença do palhaço na cidade.Estive em Goiania, e por lá passou um representante do teatro soteropolitano. E por tristeza ou felicidade soube que este, ao ver palhaços na sinaleira, não pode se conter e disse: "esta praga tambem está aqui???".
Um outro amigo, grande ator, escreve um texto para deleite da classe : "Morte aos Palhaços". E ainda há quem diga que "está cansado de palhacinhos com cara de debil mental nas ruas...".
Bom, antes de me tornar um Palhaço, invadi festas e eventos e tambem tive cara de debil mental... Alias tenho até hoje. Mas para se dominar esta arte é necessário anos de prática... pelo menos três anos de sofrimento, que ainda sem um estilo próprio, somos como crianças... com cara de joelho.
O tempo, as horas de prática é que dão o bom Palhaço. O único jeito de crescer é improvisando em ambientes públicos e nas apresentações.
Quero que meus colegas atores reflitam... que palhaços tinhamos como referencia por aqui???
Sei que sempre existiu os dos cirquinhos que rodavam e rodam pelo interior da Bahia... Porem em Salvador, fora nossos queridos Pinduca e Economia, de quem mais se lembram?
Em 1998 se procurássemos aprender esta arte teriamos que sair da Bahia, ou do Brasil. Ou ser um afortunado integrante de uma família de circo
E imaginem se os atores de TV e Cinema resolvessem contestar que existe muito teatro e ator de teatro na cidade... e resolvessem sair espalhando que estão cansados desta classe teatral : "Esta praga pedante que se acha superior por estudar métodos europeus" .. E resolvessem escrever o roteiro de um filme: "morte ao Teatro"????
Pessoalmente não resumo o teatro a isto. Não mesmo!!!
Por isso não nos resumam ao Bozo e ao Patati Patata!!!
Este é o manifesto de um Palhaço! Falando por muitos
Por favor grandes irmão do Teatro, acordem!!!
Será uma espécie de ignorância, ou de temor pela vivacidade e frescor que o Palhaço trás???
Se tem muitos palhaços na rua... agradesçam, estão praticando para aperfeiçoar sua arte!
Os atores que entram em sala de ensaio pra treinar, hoje são raríssimos!
Ser Palhaço já tem suas próprias dificuldades a serem superadas, assim como ser ator e artista em geral. Não dificultemos a evolução de uma Linhagem!
O palhaço nos relembra algumas coisas importantes que o Teatro vem perdendo...
Primeiro que devemos resgatar aquela antiga fome por desenvolvermo-nos como maestros de varias artes.
Pois o Teatro me levou ao Palhaço que me levou ao circo que me levou a rua que me levou ao violino que me levou a dança....
Hoje na época da especialização com médicos que só tratam da retina do olho esquerdo especificamente azul... os artistas tem estudado apenas teatro realista, ou teatro popular, ou teatro físico, ou dança, ou mímica, ou máscara... ou ou ou antes tudo acrescentava
Depois ,tanto se fala em comédia dellarte se refletirmos...Os primeiros artistas que vivenciaram o Arlequim o fizeram por muitos e muitos anos. Desenvolveram uma lógica tão poderosa que podiam mudar de contexto e ainda assim, a personagem estaria com todo vigor e prontidão pra se adaptar.
Os Colombaioni, Família Italiana Tradicional de Palhaços, remonta a comédia dell arte. Uma coisa foi se transformando na outra. Masdizem que cada artista alem de trabalhar anos com a mesma personagem,
ainda eram acrobatas, músicos, cantores, dançarinos, mágicos e etc... Não por estética... Não por reconhecimento....mas por sobrevivência....!
E é só o que queremos... Sobreviver! A arte do Palhaço não vai morrer!!!E estamos saturando mesmo para podermos viver do nosso ofício.
Hoje em Salvador, com tantos editais, convive-se com uma ou duas personagens por ano. Que logo será abortada para vir outra. E acredito que o ator sente falta em crescer na lógica e na prática desta nova persona que está estudando.
E estas espetáculos acabam porque? Por falta de dinheiro, ou de qualidade???
Sinto que muitas vezes a produção tem sido maior do que a arte. Peças pesadíssimas com conteúdos superficiais exaltando apenas um estilo, ou ideologia que não se aproxima da realidade de quem assiste.... Já assisti muitas destas por aqui e por outros estados!
O palhaço me deu este presente... São onze anos crescendo junto com o Biancorino! Rodando o Brasil e o Mundo!
Apresentando para Intelectuais e analfabetos!!!
São cinco anos com o Sobrinho do "sapato do meu tio"...foram 4 anos com a Macabea...
E o "Seu Bonfim", do Fabio Vidal, que tem 10 anos... Vai lá vê ele... é uma entidade. Tem profundidade....e ela xinga o iluminador sem ninguem perceber... improvisando com o agora! Como diz o próprio Bonfim: -Essa porra, dessa merda, dessa desgr....!!!
Chegará o dia em que estarão nas disciplinas da academia o Palhaço, as brincadeiras populares e a capoeira Angola...
Acho que esta possibilidade nos dará bases mais consistentes, um corpo mais tonificado e flexível, uma humildade maior e uma conexão com nossa cultura popular.
Teremos outro tipo de Ator..Teremos os Brincantes que o Antonio Nóbrega tanto prega!E quem sabe a arrogância dos que, mesmofamosos, ainda mordem a língua para dar um texto de forma
orgânica, seja sanada com um coração mais caridoso e menos "lamentoso"!!! Pois me perdoem... em relação as artes sou leigo mesmo!
Mas não sou insensível....
Nosso teatro é Bom... Mas na maioria das vezes vejo aqueles que louvamos como grandes atores, interpretando eles mesmos a anos! Só mudando o nome da personagem e o título da peça!Já está bem parecido com a TV.Cadê os camaleões que transformam sua vós, sua lógica, seu tempo e ainda assim são naturais como a vida é?
Teatro assim, pra mim é Mágico... E fui para a pesquisa do Palhaço por buscar esta Naturalidade que ví nos mestres... e nas crianças. Esta magia que ví em poucos. E os que não a possuem são os que mais criticam e reclamam do governo e da vida de artista!
E mesmo sem completar minha graduação na UFBA, não parei de Estudar.Como os Velhos Palhaços que conheci, e que conhecem muito de muitos assuntos e discutem como irão intervir no mundo....
Aliás, para sobrevivermos a tamanha pressão, críticas e às pessoas que nos subjugam, temos que está bem informados.
Também eu, pesquiso outros campos que não são diretamente ligados a história, ou estilos de arte cênica. Me interesso pela psicologia, ocultismo, xamanismo, Yoga, Budismos, Bioenergética e etc... E em todas elas se confirmam a profundidade em vias de cura social e humana, que possui esta arte Palhaçal e esta bela e profunda Arte do Ator.
Por isso, declaradamente, aproveito e assumo ser um haganorante sim!!! quando se trata de conceitos, autores, estéticas, nomes e historia das artes cênicas.Lí poucos textos de teatro e abandonei a universidade. Estava sendo um aluno medíocre... e a nossa escola de Teatro e os nossos mestres não mereciam isso!Fui me transformar em um especialista, como os que critico, e me tornei um Palhaço.
Hoje busco ser um artesão. Um Maestro.... que deve estudar e dominar muitos instrumentos para integrar as artes em uma sinfonia brincante! Por enquanto, apesar da busca, sou um apenas um aprendiz mesmo!Não me orgulho por não ter me aprofundado nos conceitos Teatrais e históricos das artes.Recomeço só agora meu estudo, pois pesquisar e mergulhar no saber foi o que de mais precioso o Teatro me deu. E vejo Grotowiski, Barba e o próprio Stanislavski tratando de assuntos que vejo serem mencionados de forma simples e direta pelos Palhaços Mestres. Os fundamentos são os mesmos!
E a título de informação, como isso é bem importante para o meus colegas da classe teatral, o que vem acontecendo em Salvador é uma fusão muito linda entre o Tradicional e o Contemporâneo. Pois como sabem fui iniciado na arte do Palhaço pelo Ricardo Puccet e o Simioni do grupo Lume, de Campinas.
E o método de busca pelo Palhaço pessoal que eles abordam, foi importado pelo Burnier que teve contato direto com um grande mestre chamado Jacques le Coq, discípulo de Copeau, contemporâneo de Decroux e Marcel Marceau... E que foi formador de outros grandes mestres como o próprio Luís Otávio Burnier, Phillipe Gaulier, Claude Evard, Phillipe Avron, Alberto Vidal, Ariane Mnouchkine, Steven Berkoff, entre outros.
Hoje ouvimos falar sobre o trabalho do Palhaço ou clown, do bufão, das máscaras, do Circo Novo, da Mímica Contemporânea e do Teatro Físico, graças a Jacques Lecoq Também.
Além desta linhagem onde o Palhaço nasce no laboratório com a consciência destes estudiosos e com a potencialidade da mímica e do teatro Físico, aqui em Salvador, estudamos a muitos anos os números clássicos de Palhaços de Circo.
O que vem nos servindo para amadurecer nossa comicidade e nos conectar com a alma essencial dos mestres tradicionais. Pois Palhaço aprende vendo outros Palhaços e fazendo junto com outros Palhaços!
E também pra quando contratados por uma festa de aniversario começarmos a mostrar que o palhaço não é animador de festa! Nada contra a recreação.
Não sei fazer animação, é bem difícil. Porem os recreadores se vestem com o estereótipo do Palhaço que o circo americano implantou, com aquela máscara branca, aquele exagero , cores fortes e roupas supersaturadas de informação...E apresentando nas festinhas nossos números de circo, estamos conseguindo mudar a visão das pessoas sobre o que é palhaço de verdade!
Pasmem Amigos Teatrais... Nós Palhaços temos que ir a festas de aniversário. Pra sobreviver e pra aprender a ser humilde e exercer a função com estratégia e flexibilidade. Pois é um ambiente muito difícil de lidar, mas muito gratificante !
Quando ao invés dos adultos ficarem bebendo e nós nos tornarmos babas dos filhos deles, conseguimos unir a festa toda, geramos uma grande comunhão em que os pais do aniversariante viram crianças com seus filhos contemplando esta arte antiga.
Porem tenho muitos colegas atores que não continuaram com a pesquisa do palhaço justamente por não conseguirem se permitir serem levados a estes ambientes como a Rua e as festinhas de criança.
Nosso treinamento é neste campo de batalha. Bate onda no Ego!!!! Muitos destes colegas já eram famosos quando me procuraram... E porque não nos submetemos a isto? Não queremos sobreviver?
Assim peço que nos questionemos mesmo: Somos superiores a quem???
Sei que há Palhaços e palhaços. Assim como Atores e atores... Diretores e diretores... E também que há Palhaços que sentem que são superiores ao teatro e vice versa!
Todos iremos morrer. O palhaço é a arte da derrota. Do rir de sí por saber que durante a vida só iremos perder...
Perderemos nossos dentes, perderemos o tônus muscular, nossos cabelos, nossos entes queridos, e um dia perderemos a oportunidade de estar aqui! Logo. ao contrario do que o ego gostaria de fazer, se enclausurando e defendendo suas conquistas seriamente...
O Palhaço é aquele que reflete estes desastres, estas idiotices, este ridículo e estas derrotas... Mas com o fundamento de convidar a todos os demais a rirem com ele de sua própria falha trágica!
Não Minto!
Sou apaixonado pelas duas artes...aliás por muitas...só não todas.
O Teatro quando usado pra se conhecer e melhorar o ambiente social é Magia Pura Viva. E o Palhaço só acrescenta ao Teatro. E o Teatro só acrescenta ao Palhaço.
O que tenho que aprender a compreender e aceitar melhor é quando a arte se volta para o próprio deleite estético apenas....para o próprio umbigo!
Admito que minha escolha pessoal não é estabelecer um novo estilo. Até porque trabalho com uma arte muito antiga.
Enquanto em massa em todo o Brasil a classe artística reivindica seus direitos, quero antes poder exercer o meu Dever. Acredito que o dever vem antes do Direito.
Devemos ser criativos!!!
Logo quero contribuir a esta Arte Palhaçal para que se enraíze sim, pra sempre!
Em nossa sociedade. Em nossa cidade, em nossa Cultura e Conhecimento! Estas ladainhas não irão nos intimidar....
O palhaço orgânico e essencial quase se extinguiu.
Por gratidão a esta arte exerço A Função!!!! E hoje está resgatado e requalificado ! Pois foi o Palhaço que amadureceu meu teatro...E geralmente só queremos extrair da arte...nossa sobrevivência, nosso reconhecimento, nossa potencia, nosso conhecimento...
E o que daremos em troca? Como contribuiremos para a arte em sí ?!
Não só para a classe artística, ou para a comunidade carente, ou para a universidade...
Como, por gratidão, iremos pagar esta dívida maravilhosa, por ser concedido a nós artistas a oportunidade de trabalhar com nosso talento?
Se tem gente passando fome, e em meio as guerras. Ou atendendo telefone e reclamações em um escritório. Pra mim foi concedido o privilégio de ser Artista e não ter muitas rotinas. Não que minha vida seja melhor que a de ninguém....Mas porque fui contemplado com a
Função de restaurar a magia, a reflexão, o conhecimento, a emoção e os sentimentos nas audições... E aliviar ou ajudar a transformara vida destes que estão em situações mais desconfortáveis.
Por favor não dificultem nosso trabalho!!! Não dificultaremos o de vocês
Tenhamos paciência... a fase infantiloide de um palhaço,passa rápido...
E depois quando esta classe amadurece, a subversão e a liberdade artística destes samurais podem sim surpreender os meios em que vivem com ideologias profundas e reversões de paradigmas.
A verdade, a honestidade e a simplicidade inerentes a esta Função são de arrepiar até os cabelos do períneo
Os palhaços velhos chamam o seu trabalho de Função!!! é um serviço prestado a humanidade e a classe artística...
E ao contrario do que se pode pensar, é uma arte naturalista brechiniana boalesca..Beckett, Chaplim, Feline e tantos Grandes outros se inspiraram nesta arte fundamental ! Apesar de não ter estudado na faculdade, i eu sei disso por que me informei!!! Hshshshs
Por esta mistura é bom tomar cuidado. a arte do palhaço é um terrorismo artístico...simmmm
Incomoda mesmo! Não viemos ser engraçadinhos...
A honestidade, a realidade e a verdade são mais atraentes como pontes para uma relação autêntica com o público.Como diz o titulo do espetáculo do Chacovachi, um grande maestro dos palhaços de rua:
- Atenção! um palhaço mal pode atravessar o teu caminho!!!
O homem teme o que não conhece...mas no seu intimo é eternamente atraido por este desconhecido. Este é o fluxo para a inteligência...
De qualquer forma amigos... o Palhaço está aí.E veio pra ficar.
E está vingado!
Agora posso partir
... e deixo a galinha pulando... a batata quente....
Uma pedra... quero dizer 3 dúzias de pedras... ou de Palhaços ...
no meio do teu caminho...
Vamos Evoluir!
Vamos nos atualizar!!!
não direi que estão errados por nos rejeitarem... é uma boa provocação!!!!
Um grande mestre Palhaço e Bufão me disse uma vez que se encontrarmos alguém que nos da a impressão de estar equivocado em seu caminho, Não devemos dizer: -Ei! Isto está errado!
"Subiremos a mesma montanha em direção ao pico, e ninguém sabe se nos atrasaremos no caminho ou se aquele que parece não estar certo irá encontrar um atalho. Nestas horas só há uma coisa a comentar com tais pessoas: -Nos encontraremos lá em Cima !!! " - Jango Edward. - Palhaço
As palavras deste manifesto são da opinião pessoal, vivencial e coraçal de Alexandre Luis Casali.
Um Palhaço " nem dos bom, nem dos ruim". Pois Palhaço é como vinho, vai ficando bom quando envelhece
Já tenho meus cabelos prateados e por isso concluo porr fim assumindo aqui todos os erros desta escrita: ortografia, conjugação, monografia, redundância, ignorancia, faceboockancia, orkutancia ,e entre outros, a expressão do próprio manifesto. E aceito que tudo isso é uma boa oportunidade para refletirmos juntos sobre a impotência que temos diante do que só o tempo vai poder unir e fazer florir!
Vida longa ao Palhaço!
Vida longa ao Teatro!
Sou Alexandre Luis Casali, O Biancorino e falei!!!!!

sábado, 10 de julho de 2010

crônica

Nos tempos onde tudo gira em torno da internet.Acho conveniente aproveitar o espaço pra expor meus pensamentos,que horas serão sob um pensamento de palhaço,em outras como um ser humano normal,em outras....sabe Deus.Não tenho a pretenção de escrever coisas lindas e maravilhosas,mas quero de alguma forma compartilhar,simplesmente.

Tenho observado a rotina de noticias na mídia.O caso Dunga:Incrível o que ela (mídia)fez com ele.Domingo passado, a GLOBO,principalmente o Faustão passaram do limitite da crítica construtiva.Assisti todo o programa pra ver até onde ia,e foi.É mais fácil condenar um,do que os onze em campo(afinal são ESTRELAS) enquanto em Santa Catarina,uma criatura "de menor",filho de um dos diretores da RBS(afiliada da Globo),estrupou junto com seu bando,uma garota de 13 anos.Tentaram abafar o caso.Outras emissoras divulgaram o fato,menos....Quero ver o Faustão comentar.Pra mim,isto é muito mais grave que perder o Hexa.Temos 2014 pra conquistar o tal megahipersupra título e a garota?vai fazer lavagem cerebral pra nunca mais se lembrar da "farra dos de menor"?Nem no ano de 2527 o fato estará esquecido,para ela que passou por isso.

O ministério da manipulação em massa adverte:Cuidado com a Mídia!além de fazer mal para a alma,ela julga,absolve e condena de acordo com aquilo que lhe dará mais poder de controle cerebral

sábado, 17 de outubro de 2009

http://marcosgrichart.blogspot.com/2009/10/debate.html

marmelada etc e tal

Marmelada???Martelada!!!
Palhaço é assim!
Tudo acaba em piada.

Quem olha pensa que é de verdade,
fica com pena da coitada,
mas o que ninguém sabe,
que é feliz com com a pancada!
Palhaço é assim!
mesmo com dor sem fim,
arranca gargalhadas.
Parece esquisito essa história,
é bem diferente
Palhaço é assim,
não se preocupa com glória,
se proucupa apenas em alegrar ocoração da gente.

sábado, 18 de julho de 2009

A arte sobrevive

videoA Arte encontra caminhos que muitas vezes passa desapercebida.E,para o bem dos verdadeiros artistas,aqueles que não se conformam com abandono .sempre vai haver um PALHAÇO,que sem grana pra comprar as tais bolinhas de malabares,encara tudo como brincadeira e lança mão dos cocos,que estavam ali,abandonados também.

Bom pro dois,para o PALHAÇO e para os cocos que ,numa aparente "brincadeira",ganharam novo sentido .

E ainda dizem que o Palhaço é bobo,idiota..quanta bobagem.Ele é tão inteligente que,ao invés de mandar alguns "sabichões" que se dizem políticos irem catar COQUINHOS,preferiu dar aos cocos,algo do mais útil pra mostrar.

Afinal,os cocos não mereciam tal destino,param nas mãos da incompetência !

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

Pra todos meus amigos bobos,iguais a mim !


Das vantagens de ser bobo


O bobo, por não se ocupar com ambições, tem tempo para ver, ouvir e tocar no mundo.O bobo é capaz de ficar sentado quase sem se mexer por duas horas. Se perguntado por que não faz alguma coisa, responde: ¿Estou fazendo. Estou pesando.¿ Ser bobo às vezes oferece um mundo de saída porque os espertos só se lembram de sair por meio da esperteza, e o bobo tem originalidade, espontaneamente lhe vem a idéia.O bobo tem oportunidade de ver coisas que os espertos não vêem .Os espertos estão sempre tão atentos às espertezas alheias que se descontraem diante dos bobos, e estes os vêem como simples pessoas humanas.O bobo nunca parece ter tido vez. No entanto, muitas vezes, o bobo é um Dostoievski.Há desvantagem, obviamente. Uma boba, por exemplo, confiou na palavra de um desconhecido para a compra de um ar refrigerado de segunda mão: ele disse que o aparelho era novo, praticamente sem uso porque se mudara para Gávea onde é fresco.Vai a boba e compra o aparelho sem vê-lo sequer. Resultado: não funciona. Chama um técnico, a opinião deste era de que o aparelho estava tão estragado que o conserto seria caríssimo: mais valia comprar outro.Mas, em contrapartida, a vantagem de ser bobo é ter boa-fé, não desconfiar, e por tanto estar tranqüilo. Enquanto o esperto não dorme à noite com medo de ser ludibriado. O esperto vence com úlcera no estômago. O bobo não percebe que venceu.Aviso: não confundir bobos com burros.Desvantagem: pode receber uma punhalada de quem menos espera. É uma das tristezas que o bobo não prevê. César terminou dizendo a célebre frase:¿Até tu, Brutus?¿ Bobo não reclama. Em compensação, como exclama!Os bobos, com todas as suas palhaçadas, devem estar todos no céu.Se Cristo tivesse sido esperto não teria morrido na cruz.O bobo é sempre tão simpático que há espertos que se fazem passar por bobos.Ser bobo é uma criatividade e, como toda criação, é difícil. Por isso é que os espertos não conseguem passar por bobos.Os espertos ganham dos outros. Em compensação os bobos ganham da vida.Bem-aventurados os bobos porque sabem sem que ninguém desconfie. Aliás não se importam que saibam que eles sabem.Há lugares que facilitam mais as pessoas serem bobas (não confundir bobo com burro, com tolo, com fútil). Minas Gerais, por exemplo, facilita ser bobo. Ah, quantos perdem por não nascer em Minas!Bobo é Chagall, que põe vaca no espaço, voando por cima das casas.É quase impossível evitar excesso de amor que o bobo provoca. É que só o bobo é capaz de excesso de amor. E só o amor faz o bobo.


Crônica da Clarice Lispector

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Hoje é dia!

Cor do texto Palhaço é isso:Transforma um momento de desespero real em cena fora do contexto,sem lógica,pra quem vê.Mas ,é essa contradição é que faz com que ela seja engraçada.

domingo, 26 de outubro de 2008

vida

Tento domá-la,ter controle.As vezes isso é possível e até necessário,mas,e quando sai do controle?

Ai sim,tudo se torna pesado,sem solução.

Saber quando devo deixar a vida levar é que é o ponto.

Quando soltar os freios...

Muitas vezes consigo,entrego ao destino..

Tenho muito que aprender.Preciso rever conceitos,sair pro mundo,viver novas experiências,nem que seja pra nunca mais repeti-las.

Sinto que perdi muito tempo,limitada dentro de conceitos "ensinados".

Aos poucos,tenho conseguido viver novas coisas,novas pessoas estão cruzando meu caminho e tenho aprendido muito e sofrido também,mas não estou deixando que as frustrações tomem conta,a ponto de me fechar de novo.

Fico triste,sofro,choro,mas logo estou me reerguendo e tirando lições.

Isso,há algum tempo atrás seria fatal !

Quero viver tudo de bom que a vida me trará e preciso estar atenta e preparada pra vivê-la,em toda sua essência e beleza.




segunda-feira, 14 de julho de 2008

mais uma confusão !!

E essa foi de doer...
fazer parte do tal be2,
achar um perfil interessante...
procurar no orkut e achar,entar em contato com o "escolhido"...
mandar recado pra estabelecer um contato e tentar ver a foto...
e depois descobrir que o o "escolhido" não é o mesmo do orkut,apesar do perfil ser:
profissão= para os dois
cidade=
idade=
estado civil=
cor dos olhos=

E como não bastasse,os dois tem o mesmo sobre nome.

ou foi uma baita coincidência ou tem alguém fazendo mistério,
só sei que desta vez,não tive culpa..rsrs
só comigo mesmo..
mas quem sabe não pode surgir uma boa amizade ...

Para aqueles que são loucos por liberdade

Sejam bem vindos

Arquivo do blog

meus amigos

fico feliz por estar tendo a oportunidade de mostra meu trabalho a vcs.
Espero que gostem e se não gostarem,por favor manifesten-se.
Deixem seus comentários,é importante pra mim....

beijos a todossssssssss

Seguidores